No início de 2007, a Universal Pictures começou a construir sua família e divisão de animação ao contratar o produtor Chris Meledandri (HORTON E O MUNDO DOS QUEM!; A ERA DO GELO 2; A ERA DO GELO; TRIBUNAL SOB SUSPEITA; JAMAICA ABAIXO DE ZERO; MUDANÇA DE HÁBITO 2 – MAIS LOUCURAS NO CONVENTO) para orientar a iniciativa. Meledandri havia passado muitos anos na 20th Century Fox, onde fundou o setor de animação do estúdio e supervisionou o lançamento da franquia de A ERA DO GELO. A primeira animação da nova empresa de produção de Meledandri, Illumination Entertainment, seria MEU MALVADO FAVORITO. “O conceito original do filme foi passado para mim por Sergio Pablos, animador espanhol que possui um pequeno estúdio na Espanha”, diz Meledandri. “Soubemos imediatamente que os escritores Cinco Paul [COMO VIAJAR COM O MALA DO SEU PAI; HORTON E O MUNDO DOS QUEM!; MEU PAPAI É NOEL 2; JIMMY BOLHA] e Ken Daurio [COMO VIAJAR COM O MALA DO SEU PAI; HORTON E O MUNDO DOS QUEM!; MEU PAPAI É NOEL 2; JIMMY BOLHA] seriam a dupla certa para escrever o roteiro.” O produtor John Cohen sabia que a trama se destacaria ao mostrar o lado de nossa humanidade do qual nem sempre nos orgulhamos: “Queríamos fazer um filme sobre um vilão contado a partir da perspectiva dele”. Cohen gostou de explorar a ideia de que cada um de nós tem um pouco de perversidade esperando para se expressar. Ele continua: “Gru oferece uma noção de desejo realizado. Quando você está na fila em um supermercado e a pessoa na sua frente tem 25 itens no caixa expresso e resolve pagar com cheque, esse seria o momento perfeito para usar um raio congelante. Há bastante humor em um personagem que consegue realizar coisas que a gente desejaria poder fazer.” Na hora de escolher os diretores do projeto, Meledandri voltou-se para Chris Renaud (NO TIME FOR NUTS) e Pierre Coffin. Enquanto a força de Renaud está no storyboarding, o trabalho principal de Coffin é a animação. E foi assim que os dois dividiram suas responsabilidades enquanto criavam o filme. As equipes de iluminação, composição e direção de arte também seriam divididas entre eles.

Para compor o elenco de MEU MALVADO FAVORITO, os diretores e produtores buscaram atores que não apenas tivessem humor em suas vozes, mas também canalizassem sua fisicalidade cômica para inspirar os diversos profissionais de animação que trabalharam no projeto. Steve Carell (UMA NOITE FORA DE SÉRIE; AGENTE 86; HORTON E O MUNDO DOS QUEM!; A VOLTA DO TODO PODEROSO; EU, MEU IRMÃO E NOSSA NAMORADA; OS SEM-FLORESTA; PEQUENA MISS SUNSHINE; A FEITICEIRA; O VIRGEM DE 40 ANOS; DORMINDO FORA DE CASA; MELINDA E MELINDA; O ÂNCORA – A LENDA DE RON BURGANDY; SLEEPOVER; TODO PODEROSO), escolhido para viver o supervilão da comédia, diz: “A história é muito doce. Foi o que me atraiu. Mesmo soando louco, diabólico, malvado e terrível, há humanidade em Gru. Ela é exibida aos poucos, o tempo todo. Isso mostra como as pessoas podem mudar, e como aspectos delas podem vir à tona, dada uma diferente circunstância.” A estrela adolescente Miranda Cosgrove (KEEPING UP WITH THE STEINS; OS SEUS, OS MEUS E OS NOSSOS; ESCOLA DE ROCK) uniu-se à produção como Margo, a mais velha das três irmãs que Gru adota. “As meninas são a alma do filme, e Margo – ainda mais que as outras duas – é a consciência de Gru e a irmã mais velha para todos, inclusive para ele”, explica Renaud. “Miranda foi uma importante escolha, ela tem uma capacidade fantástica de atuação e deu a Margo a voz exata de que precisávamos, com um certo peso.” A jovem atriz Dana Gaier foi chamada para retratar a irmã do meio Edith, e a pequena Elsie Fisher interpreta Agnes, a caçula. Completando a família de Gru, a atriz Julie Andrews (SHREK PARA SEMPRE; ENCANTADA; SHREK TERCEIRO; O DIÁRIO DA PRINCESA 2; SHREK 2; AMOR A TODA PROVA; O DIÁRIO DA PRINCESA; FOFOCAS DE HOLLYWOOD; DOCE INFIDELIDADE; ASSIM É A VIDA; O HOMEM QUE AMAVA AS MULHERES; A TRILHA DA PANTERA COR-DE-ROSA; VICTOR OU VICTORIA?; S.O.B.; MULHER NOTA 10; LILI, MINHA ADORÁVEL; A ESTRELA; POSITIVAMENTE MILLIE; CORTINA RASGADA; HAVAÍ; A NOVIÇA REBELDE; MARY POPPINS; NÃO PODES COMPRAR O MEU AMOR) dubla a sempre exigente e nunca satisfeita mãe do vilão. A cada oportunidade, ela desdenha dos diabólicos empreendimentos do filho e o faz saber que ele não é bom o bastante. Meledandri lembra-se de seu primeiro encontro com essa lenda do cinema: “Quando convidamos Julie para participar do filme, sua reação foi de empolgação e depois, ao conhecer a personagem, de certa resistência. Ela interpreta uma mulher que é quase uma anti-Mary Poppins, alguém cruel e perversa e uma mãe exigente.” No entanto, Andrews adorou o projeto o suficiente para confiar na visão de Renaud e Coffin. “O filme tem muito coração”, observa a atriz. “No fim das contas, trata-se da força do amor e do encanto que as crianças têm. Essas meninas não fazem ideia de que existe crueldade e coisas assim. Elas querem apenas ser amadas.”

Ajudando a realizar os planos de Gru e a proteger sua fortaleza de intrusos está o cientista maluco Dr. Nefario, vivido por Russell Brand (RESSACA DE AMOR; UM FAZ DE CONTA QUE ACONTECE; ST. TRINIAN’S; PENÉLOPE). O ator explica que tentou diferentes tons de voz com os diretores até encontrar um que se encaixasse no personagem. “Observei como Nefario caminha e sua forma de pensar, e tentei ter uma reação a isso. Ele soa um pouco como um gângster estilo Ray Winstone, mas com uma certa suavidade.”

Para retratar Vetor, arqui-inimigo de Gru, a equipe abordou o ator Jason Segel (EU TE AMO, CARA; RESSACA DE AMOR; LIGEIRAMENTE GRÁVIDOS; 11:14; MENTIRAS E TRAPAÇAS; SLACKERS; MAL POSSO ESPERAR) que, novato no mundo da animação, revela: “Não tinha percebido que não trabalharia com outros atores. Você lê as falas sozinho, então é um verdadeiro exercício para a imaginação.” O papel do tempestuoso Sr. Perkins, gerente do Banco do Mal, foi oferecido a Will Arnett (FORÇA-G; MONSTROS VS. ALIENÍGENAS; HORTON E O MUNDO DOS QUEM!; O ROQUEIRO; OS ALOPRADOS; SPRING BREAKDOWN; ESCORREGANDO PARA A GLÓRIA; GRINDHOUSE; HOT ROD; OS IRMÃOS SOLOMON; RATATOUILLE; THE COMEBACKS; A ERA DO GELO 2; FÉRIAS NO TRAILER; LET’S GO TO PRISON; PAIXÃO SUICIDA; A SOGRA; PEOPLE – HISTÓRIAS DE NOVA YORK; SÉRIE 7 – OS SOBREVIVENTES), que precisou mergulhar em seu lado perverso ao compor a voz do personagem. “Queria que ele tivesse um ar de superioridade e desdém, algo esnobe e de endinheirados”, explica Arnett.” Mas nem todos os vilões em MEU MALVADO FAVORITO são masculinos. Talvez a mais cruel personagem do mundo de Gru seja a Sra. Hattie, proprietária do orfanato em que conhecemos Margo, Edith e Agnes e interpretada pela veterana do SATURDAY NIGHT LIVE Kristen Wiig (COMO TREINAR O SEU DRAGÃO; UMA NOITE FORA DE SÉRIE; ADVENTURELAND; ALL GOOD THINGS; GAROTA FANTÁSTICA; MARÉ DE AZAR; GHOST TOWN; OS ALOPRADOS; RESSACA DE AMOR; BILL; OS IRMÃOS SOLOMON; WALK HARD: THE DEWEY COX STORY; LIGEIRAMENTE GRÁVIDOS; MENORES DESACOMPANHADOS). A atriz se reuniu com os diretores para discutir a inspiração por trás da Sra. Hattie, e conta: “Discutimos se ela devia soar doce, mesmo sem dizer coisas legais. Criamos uma senhora melosa e em quem não se deve confiar, mas que parece gentil ao telefone.” Jack McBrayer (RESSACA DE AMOR; WALK HARD: THE DEWEY COX STORY; RICKY BOBBY – A TODA VELOCIDADE; 30 ROCK) ficou encarregado de dublar mais de um personagem. “Logo que conheci a equipe, eles me mostraram fotos de como seria meu primeiro papel, de um turista do sul. Também me chamaram para viver um animador, e ambos se parecem muito comigo.”

Quando os produtores começaram a determinar como ficaria em filme o mundo que haviam imaginado para Gru, concordaram que ele não poderia planejar sua vilania em uma vizinhança monótona. “O diretor de arte Eric Guillon e o desenhista de produção Yarrow Cheney [GEORGE, O CURIOSO; THE CHUBBCHUBBS!] criaram uma estética visual clara e vibrante que é diferente de qualquer outra animação”, explica Cohen. Buscando inspiração para o filme, a equipe voltou-se a um de seus desenhos iniciais, como observa Renaud: “Uma das primeiras coisas que Eric desenhou foi o carro de Gru, que permanece idêntico à forma como foi originalmente imaginado. Vimos a ilustração e pensamos: ‘Uau, nunca vi um carro assim antes!’ A partir daí, e de forma estranha, o mundo foi surgindo. Essa foi a imagem que inicialmente usamos como referência: ‘Esse é o nosso mundo. Esse é o carro de Gru.’” Enquanto consideravam criar locações para MEU MALVADO FAVORITO, os diretores e produtores sabiam que era preciso haver uma discrepância significativa entre as linhas góticas da casa escura de Gru e o visual pós-moderno da fortaleza de Vetor. “A gama de estilos foi criada por Pierre, Chris e Eric para refletir como os personagens se encaixam nesse mundo”, explica Meledandri. “Gru mora em uma casa escura, numa vizinhança aparentemente perfeita em que apenas a sua casa destoa, com seu ar gótico. Seu carro é provavelmente o menos ecológico que já existiu na Terra. E está tudo um pouco gasto, já que ele é um personagem que não está mais em seu auge.” Inversamente, Meledandri descreve o lar do rival de Gru: “Seu inimigo, Vetor, é um garoto mimado que sempre teve tudo que pediu. Ele mora em um enorme e moderno console de video game, de tecnologia de ponta, pago por seu pai banqueiro. Os estilos contrastantes refletem o conflito que há entre os dois.”

Observadores atentos encontrarão nos cenários do filme elementos típicos de humor negro. Em uma referência direta ao pai da Família Addams, há uma pintura na parede no esconderijo de Gru em que uma pedra está caindo de um penhasco e prestes a esmagar um desafortunado ônibus turístico. Animais de caça empalhados afixados na parede mostram – o que mais? – um predador engolindo uma presa que por sua vez engole uma presa mais fraca. Além disso, no Banco do Mal, enquanto Gru caminha pelo corredor principal, as pilastras progressivamente exibem infelizes vítimas esmagadas pelas colunas. Essas são algumas das muitas irônicas referências inseridas pela equipe.

Antes de o layout ter início, os produtores e diretores do filme sabiam que o mundo de Gru seria ainda mais apreciado pelo público se outra dimensão fosse acrescentada a ele, e pediram que os roteiristas Paul e Daurio buscassem oportunidades de utilização de 3-D enquanto escreviam. Meledandri fazia questão que a equipe usasse conscientemente o espaço, para não ter um simples transferência de 3-D ou um visual 2-D. “A utilização do espaço dimensional ajuda a definir o visual do filme”, ele explica. “Há muitas sequências em que simplesmente nos aproveitamos do espaço dimensional de forma sutil. Nosso objetivo é sempre trazer o público para o filme e fazê-lo sentir que o ambiente está se expandindo em torno dele.”

Nascidos durante o processo de animação, os personagens conhecidos como “minions” roubam a cena de MEU MALVADO FAVORITO. Renaud revela que os ajudantes de Gru deram certa mão-de-obra à equipe do filme: “Os minions tendem a trabalhar melhor quando há pelo menos 20 deles. Então, são mais 20 personagens para animar. Quase toda sequência com eles tornou-se uma cena de multidão, algo tecnicamente bastante desafiador.” Enquanto a equipe ponderava as diferentes vozes que podia dar às criaturas, o diretor Coffin chegou um dia com um teste de voz que todos adoraram. Ao comprimir o som, nasceram os minions. Em seguida, foi criada a linguagem dos pequenos trabalhadores, com a intenção de ser uma expressão vocal indescritível, e os diretores e o ator Jemaine Clement dividiram o trabalho de voz. Mas, para nos ajudar a compreender os minions, volta e meia uma palavra em inglês escapa durante as cenas.

Quando a pré-produção do filme teve início, Meledandri buscou mundo afora estúdios de produção ideais para trabalhar como parceiros de animação. O produtor encontraria a empresa perfeita no estúdio parisiense de efeitos visuais digitais Mac Guff. “A França tem uma das maiores escolas de animação no mundo, chamada Gobelins”, explica Meledandri. “Eles são donos de uma noção cômica que apresenta grande conexão com a nossa ideia de humor. Visitei uma série de produtoras e, depois de uma hora no Mac Guff, soube que eles seriam os parceiros ideais. Fiquei extremamente confiante nas pessoas que conheci e no trabalho que vi.” Considerando a tecnologia e talento artístico disponível, a equipe do filme iniciou a pré-produção em Los Angeles. Lá, conduziu boa parte do storyboarding e realizou a edição e designs iniciais. Quando montou sua equipe na França, a Illumination passou a animação de personagens e computação gráfica para o estúdio Mac Guff.

Nos últimos anos, o artista vencedor do Grammy Pharrell Williams, do Neptunes e N.E.R.D., compôs e produziu para músicos como Gwen Stefani, Justin Timberlake, Usher, Madonna, Kanye West e Shakira. Seu próximo passo seria explorar a brincadeira entre música e cinema. Williams conta que expressou seu interesse para a amiga e supervisora musical Kathy Nelson: “Disse a ela que, quando algo surgisse, me ligasse dizendo o que era. Kathy respondeu: ‘Pharrell, gosto muito de você. Não vou simplesmente lhe dar uma coisa qualquer. Vou te ligar quando for a coisa certa.’ E aí ela me ligou falando de MEU MALVADO FAVORITO.” A tarefa de musicar seu primeiro filme poderia parecer assustadora, mas Williams estava grato por trabalhar com o vencedor do Oscar® de Melhor Trilha Sonora por RAIN MAN Hans Zimmer (ANJOS E DEMÔNIOS; SHERLOCK HOLMES; SIMPLESMENTE COMPLICADO; BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS; FROST/NIXON; KUNG FU PANDA; MADAGASCAR 2 – A GRANDE ESCAPADA; PIRATAS DO CARIBE – NO FIM DO MUNDO; O AMOR NÃO TIRA FÉRIAS; O CÓDIGO DA VINCI; PIRATAS DO CARIBE 2 – O BAÚ DA MORTE; BATMAN BEGINS; MADAGASCAR; O CHAMADO 2; O SOL DE CADA MANHÃ; ESPANGLÊS; O ESPANTA TUBARÕES; OS THUNDERBIRDS; REI ARTHUR; ALGUÉM TEM QUE CEDER; O ÚLTIMO SAMURAI; O CHAMADO; SPIRIT – O CORCEL INDOMÁVEL; HANNIBAL; PEARL HARBOR; GLADIADOR; MISSÃO IMPOSSÍVEL 2; O CAMINHO PARA EL DORADO; ALÉM DA LINHA VERMELHA; O PRÍNCIPE DO EGITO; O REI LEÃO 2 – O REINO DE SIMBA; MELHOR É IMPOSSÍVEL; O PACIFICADOR; A ROCHA; MARÉ VERMELHA; O REI LEÃO; CORTINA DE FOGO; THELMA E LOUISE; DIAS DE TROVÃO; CHUVA NEGRA; CONDUZINDO MISS DAISY; RAIN MAN) como produtor musical do filme e com o guitarrista Heitor Pereira (SIMPLESMENTE COMPLICADO; PERDIDO PRA CACHORRO; SUBURBAN GIRL; BLIND DATING; GEORGE, O CURIOSO; PERGUNTE AO PÓ; DIRTY DANCING 2 – NOITES DE HAVANA; 11 DE SETEMBRO; OS GAROTOS DA MINHA VIDA; PEQUENOS ESPIÕES) também como compositor. A colaboração com Pereira teve início quando Williams assistiu a filmagens iniciais e criou ideias musicais combinando com cada sequência. Pereira então expandiu algumas criações de Williams e apresentou trabalhos criativos adicionais. Williams compôs diversas canções originais para o filme, incluindo a faixa-título, “Despicable Me.” O artista se inspirou na narrativa caprichosa das letras de ANNIE, e quis escrever canções tão voltadas para crianças quanto esse musical, mas também tão rabugentas quanto o personagem de Gru.

Falando da peculiaridade da história de MEU MALVADO FAVORITO, Meledandri conclui: “A ideia de criar um filme animado em que o vilão é o protagonista não é comum, e é muito desafiadora. No fim da trama, Gru passou por uma transformação, e essa transformação só foi possível ao colocá-lo inicialmente em um patamar em que há aspectos dele completamente desagradáveis. Você não teria um senso de apreciação pela jornada que Gru faz caso não o tivéssemos posicionado naquele ponto de partida.

Tags

 

7 Comentários

  1. Rocky disse:

    Uau, que textão! Mais ficou um belíssimo trabalho este especial destacando “Notas de Produção” da animação.

    Valeu pela Força!!!

  2. Luís Fernando disse:

    Essas “Notas de Produção” de fato são um barato! Parabéns para os responsáveis! Resumir e reunir estas informações não deve ser fácil….

  3. catwusca disse:

    adorei esse lindo testinho gigantinho :roll: :) :) :) :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :lol: :lol: :lol: :lol:

  4. Gabriel Primeiro disse:

    Chorei de rir no filme!
    Meu Deus

  5. gabriele disse:

    :oops: a meninha mais velha é a mais fofinha

  6. kelly disse:

    o filme é um arrazo sucessoooooo :-P

  7. Sarah disse:

    mt bom ainda bem que achei este texto para escrever minha rescrita kkkk

Deixe um Comentário