A Disney está divulgando seu curta-metragem PAPERMAN, que será exibido junto com DETONA RALPH, através de uma série de vídeos chamada “Paperclips”, em que o diretor John Kahrs revela um pouco sobre a produção do filme.

No primeiro vídeo, “The Idea”, Kahrs conta que a ideia de PAPERMAN surgiu quando ele morava em Nova York e cruzava todos dias com diversas pessoas pelas ruas: “Você sente que há alguma conexão ali… e aí essa pessoa vai embora para sempre, essa conexão se quebra. Eu sempre ficava imaginando quem seria aquela pessoa, como elas eram… eu meio que imaginava o que aconteceria com as pessoas que haviam perdido aquela conexão — se elas chegariam a se encontrar de novo, ou como o destino conspiraria para talvez unir aquelas pessoas novamente”.

No outro vídeo, intitulado “The Look”, Kahrs conta que desde o início já sabia que o filme deveria ser em preto e branco e ambientado na Manhattan da década de 40 ou 50. Enquanto isso são mostradas umas imagens que não dá pra ter certeza se são extraídas do filme ou se são apenas artes conceituais.

Apresentando uma técnica inovadora que mistura com perfeição a animação feita à mão e a gerada por computador, o diretor estreante John Kahrs leva a arte da animação a uma arrojada nova direção com PAPERMAN. Usando um estilo minimalista em preto e branco, o curta acompanha a história de um jovem solitário na Nova York do meio do século, cujo destino toma um rumo inesperado após ter a chance de encontrar uma linda mulher em sua rotina matinal. Convencido de que a garota dos seus sonhos foi embora para sempre, ele tem uma segunda chance quando a vê na janela de um arranha-céu na avenida do seu escritório. Tendo apenas seu coração, imaginação e uma pilha de papéis para chamar sua atenção, seus esforços não são páreo para o que o destino tem reservado para ele. Criado por uma pequena e inovadora equipe da Walt Disney Animation Studios, PAPERMAN empurra o meio da animação para uma empolgante nova direção.

(via Stitch Kingdom)

Tags

 

2 Comentários

  1. Alison disse:

    Parece ser algo novo e novidades sempre são bem vindas!

  2. Franklin disse:

    Esse parece ser um projeto inteligente e de grande arte da Disney, estou apostando muito nesse curta-metragem que me parece bem interessante, a Disney está querendo voltar as raízes, com grandes efeitos e com uma bela história isso é uma coisa que a Disney deixou perder com o Tempo e está tentando retornar. Isso é bom.

Deixe um Comentário